Seja bem-vindo ao Leiobooks

Páginas

segunda-feira, 10 de janeiro de 2011

Resenha Strange Angels

15:55
Título: Strange Angels
Autor:  Lili St. Crow
Páginas: 284
Editora:  Novo Século
Nota: 5/10
Comprar: Submarino     Saraiva    


Sinopse: O Mundo Real é um lugar apavorante. Basta perguntar para Dru Anderson, uma órfã de 16 anos - garota durona que já acabou com sua parcela de bandidos. Ela está armada, é perigosa e está pronta para atirar primeiro e perguntar depois. Então, vai levar um tempo até que ela possa descobrir em quem confiar. Dru Anderson se acha estranha por mais tempo do que é capaz de se lembrar. Ela viaja de cidade em cidade com seu pai, caçando coisas que nos aterrorizam à noite. Era uma vida bem esquisita, mas boa - até que tudo explode em uma cidade gélida e arruinada de Dakota, quando um zumbi faminto arromba a porta da cozinha. Sozinha, aterrorizada e sem saída, Dru vai precisar de cada pedacinho de sua esperteza e treinamento para continuar viva. Seres sobrenaturais decidiram ser os caçadores - e desta vez, Dru é a presa. Chance de sobrevivência? De pouca a nenhuma.



Acompanhem por favor meu raciocínio:

Garota que caça seres sobrenaturais: deve ser no mínimo durona.
Livro que conta a história de uma garota que caça seres sobrenaturais: com certeza deve ter, digamos, 70% de ação.
Personagens: hum...deve ter muitos, pois o livro trata de garota que caça seres sobrenaturais.
Aterrorizante: com certeza deve ser.
Encontrei tudo isto neste livro:   NÃO!

Pois é, eu poderia dizer que este livro "promete mais do que cumpre".
Mas antes de eu explicar o porque disto vamos a um  breve resumo da história.

Dru Anderson (a protagonista)  está agora em uma nova cidade, depois de passar por várias outras  com seu pai.
E existe uma razão para esta "peregrinação". O pai de Dru mata criaturas do chamado Mundo Real (Lobisomens, vampiros, cão de fogo, etc). No entanto, desta vez o pai de Dru é que é caçado. E vira um zumbi (não se preocupem, isto está na capa do livro). E esse é o ponto de partida para todo o enredo do livro, ou seja, descobrir por que o pai de Dru foi transformado em um zumbi. No decorrer da história surge Graves, o garoto asiático que vai acompanhar Dru durante o que ela tem pra enfrentar.E a história, basicamente, retrata essa busca por respostas.

Quando disse que uma garota que caça seres sobrenaturais deve ser durona, é realmente isto que se espera de uma garota que exerça tal função. Afinal ela vai lidar com criaturas que, ou você as mata, ou elas te matarão. No entanto Dru é aquela garota indefesa, que apesar de saber usar uma arma, sente em todo momento a necessidade de alguém que a protega e que resolva seus problemas. Além do que, ela é o tipo de garota que fica a todo momento "remoendo" coisas que não levam a nada, a não ser te encher de tédio.

Um outro ponto que seria importante ressaltar aqui é que espera-se deste livro, que ele tenha muita, mas muita ação mesmo. Mas eu lamento, lamento mesmo dizer que só fica na espera, porque o livro tem, salvo engano, uns 20% , 25% de ação.

Posso dizer também que senti falta de personagens. O livro tem quase que em sua totalidade, a atuação de apenas 3 personagens, sendo que um aparece um pouco depois da metade do livro. É lógico que o livro não se resume a esses personagens, porque existem mais alguns, mas que no entanto tem uma atuação mínima.

Eu preciso confessar no entanto que talvez o que tenha atenuado mais os pontos negativos da obra foi a bendita TRADUÇÃO, que eu posso dizer sem sombra de dúvidas que deixou muito a desejar. O uso de gírias brasileiras, o uso do "Cê" ao invés de "Você", além de algumas frases soltas fizeram o livro perder toda a sua essência, afinal, uma tradução mal feita quebra todo o sentimento do livro.

Eu sei que este livro é o pontapé inicial para uma série, e este é o mal do 1º livro de uma série: apresentar os personagens e o contexto onde estão inseridos. Mas eu sinceramente achei que deixou um pouco a desejar.

Eu de maneira alguma desqualifico o talento da autora, porque talvez o que tenha desqualificado a obra seja mesmo a tradução. Inclusive sei de pessoas que leram o livro em inglês e gostaram bastante da história, ou seja, este é o mal da tradução de um livro.

Sem sombra de dúvidas vou ler a continuação, principalmente para ver se a tradução realmente foi bem feita, e quem sabe eu não começo a gostar do livro a partir do 2º volume.

Minha recomendação é: leia e tire suas próprias conclusões. Pode não ter me agradado, mas pode muito agradar a vocês.

10 Resposta para “Resenha Strange Angels”

Dieison disse...
10 de janeiro de 2011 17:11 Este comentário foi removido pelo autor.

Dieison disse...
10 de janeiro de 2011 17:13

Bem, é bastante engraçado, olhe só: Quando Crepúsculo foi lançado, o que saiu de livro de vampiros, vou te falar uma coisa séria!
Não tenho certeza, mas depois que Sussurro foi lançado, o que tem de livros sobre anjos caídos também é brincadeira!
Há pouco tempo foi lançado Cidade dos Ossos; e agora só está começando o montão de livros sobre caçadores de vampiros; o mercado editorial está se liquidando!
E alguns autores, aproveitando essa onda toda lançam livros, um pouco à desejar, e é isso que acontece!

Ótima resenha Chris! Esse livro, apesar de eu não tê-lo lido, não me agradou, justamente pelo
contexto; e o tema tratado, que eu já estou enfarado!

Dieison C.
aviadorread.blogspot.com

Ah, me desculpa aí pelo comentário removido, foi porque eu fiz uma bagunça aki! USHUASHUAHUSA :S


Paula disse...
10 de janeiro de 2011 17:36

É Rocco, rs... vai ser muito caro... mas vale a pena :D


Caroline Juliane Bonifácio disse...
11 de janeiro de 2011 05:41

Série.. estou praticamente dando graças a deus pelo fato de que quando fui comprar Strange Angels o livro já tinha aumentado o preço! Está todo mundo criticando horrores ! e realmente eu esperava tudo isso que vc falou.. ação, personagens .. e etc .. :s teenso ePerdi total a vontade de ler :P
Beijos
Carol {SobreUmLivro}


Matheus Goulart disse...
11 de janeiro de 2011 09:26

Tradução realmente piora as coisas, acho o nome "Strange ANGELS" estranho e quase comprei pensando que se tratasse de outra coisa (Anjos!), mas dei uma olhada na capa e vi.

Good Reading!
www.bobagenselivros.blogspot.com


Luiz Silva disse...
11 de janeiro de 2011 12:55

Parei no começo da resenha, já começei a ficar preocupado, comprei Strange Angels esses dias, se for o que você falou deve ser ruim! =/
Vou começar a ler em breve, venho aqui deixar minha opiniões assim que ler!



Abraço


Luiz Silva
blogueiroleitor.blogspot.com


Natália Puga disse...
12 de janeiro de 2011 08:30

hahaha adorei sua resenha! Desde que vi a capa tive essa sensação de que a sinopse prometia mais do que o que realmente oferecia... ainda bem que tava certa!


Dieison disse...
13 de janeiro de 2011 12:43

Chris, eu te indiquei num Meme lá no blog, dá uma passadinha lá viu?!

aviadorread.blogspot.com


Léka disse...
13 de janeiro de 2011 13:45

Ótima resenha! Adorei a sua lista de o que você NÃO encontrou neste livro hehe
Eu fiquei por muito tempo em dúvida quanto a Strange Angels ("Leio ou não leio? Ah...Mas tá 9,90 no Submarino!" rs) mas algumas resenhas negativas de pessoas com gostos similares ao meu (como a Clarissa, do Nunca na Galáxia)me fizeram desistir dele!

Concordo que a tradução pode ser um problema, mas acredito que Strange Angels não teria sido um bom livro nem com uma tradução adequada. Falta de desenvolvimento das personagens e Mary Sues, infelizmente, não vão embora na versão em inglês rs!

adorei!

:**,
Léka


João Paulo disse...
17 de janeiro de 2011 17:44

nossa, que pena que você não gostou!
apesar de achar que ela é meio molenga as vezes, realmente gostei do livro e da história.

não é nada inédito, mas foi legal!

J.
-theeaterofbooks.blogspot.com


Postar um comentário

SEGUIR

Quem sou eu

Minha foto
Estudante de Direito. 18 anos. Amo música, filmes e adoro The Vampire Diaries. E além disso, sou simplesmente apaixonado por livros

Postagens populares

 

Leiobooks Copyright © 2010 Blogger Templates