Seja bem-vindo ao Leiobooks

Páginas

terça-feira, 8 de fevereiro de 2011

Resenha Maze Runner

09:36
Título: Maze Runner - Correr ou Morrer
Autor: James Dashner
Editora: Vergara & Riba
Páginas: 426
Nota: 10 com direito a bônus
Comprar: Buscapé

Sinopse: Ao acordar dentro de um escuro elevador em movimento, a única coisa que Thomas consegue lembrar é de seu nome. Sua memória está completamente apagada. Mas ele não está sozinho. Quando a caixa metálica chega a seu destino e as portas se abrem, Thomas se vê rodeado por garotos que o acolhem e o apresentam à Clareira, um espaço aberto cercado por muros gigantescos. Assim como Thomas, nenhum deles sabe como foi parar ali, nem por quê. Sabem apenas que todas as manhãs as portas de pedra do Labirinto que os cerca se abrem, e, à noite, se fecham. E que a cada trinta dias um novo garoto é entregue pelo elevador. Porém, um fato altera de forma radical a rotina do lugar - chega uma garota, a primeira enviada à Clareira. E mais surpreendente ainda é a mensagem que ela traz consigo. Thomas será mais importante do que imagina, mas para isso terá de descobrir os sombrios segredos guardados em sua mente e correr, correr muito.


Eu sinceramente não sei porque eu demorei tanto para ler este livro
Neste momento eu estou extasiado, porque o livro é Arrebatador. Digno de nota 10 e mais um bônus pela criatividade, pela narrativa, enfim, porque a obra em sua totalidade é maginífica. 

A história criada pelo autor James Dashner centra-se em Thomas, que acaba de chegar em um lugar desconhecido, com sua memória apagada, lembrando apenas de seu nome. Logo descobre que este lugar é denominado Clareira e que existem muitos outros garotos deixados ali e que se lembram apenas de seus nomes. O detalhe é que os garotos chegam a cada mês em uma espécie de elevador.
Esta Clareira é cercada por um Labirinto, e as portas deste labirinto ficam abertas durante todo o dia e à noite elas se fecham, pois é neste momento que criaturas denominadas Verdugos atacam. Verdugos são uma mistura de máquina e animal, e todos aqueles que são picados por eles passam pelo que chamam de Transformação, que apesar de trazer uma dor agoniante, traz também algo que os clareanos (aqueles que vivem na Clareira) perderam.
No entanto, logo depois da chegada de Thomas, uma menina é enviada à Clareira trazendo um recado bem suspeito: ela era a última a ser enviada. Logo o pavor toma conta de todos os clareanos, primeiro porque nunca haviam recebido uma garota, segundo porque depois da chegada de Thomas e dessa menina, as coisas começam a mudar na Clareira, e o pior é que as coisas mudam para pior.

Um livro que tem uma escrita como esta, que tem uma criatividade como esta só pode ser bom. James Dashner me fez devorar o livro em pouco tempo com tamanha inteligência ao criar este livro. E eu digo isto como alguém que nunca foi muito simpatizante do gênero ficção científica, algo que tem sido mudado depois de eu ler Gone do Michael Grant.

O livro não tem momentos de divagações, e em todo tempo há uma informação nova, algo acontecendo, flashes de memória, a busca por desvendar como sair daquele lugar e por que estão naquele lugar.

Eu sigo o pensamento de que um livro para ser bom tem que te fazer sentir as emoções dos personagens e foi exatamente isto que eu senti ao ler Maze Runner. Há momentos de tensão que você chega a prender o fôlego, como se você fosse o Thomas da história.

A ambientação do livro também é fasciante. Labirintos já são fascinantes por si só, e inseridos em Maze Runner foi uma ótima ideia. E o livro, apesar de ser ficção científica, não tem aquela coisa de tecnologia em todos os momentos, aliás, essa coisa de aparelhos e tudo mais é citado rapidamente só no final do livro.
Todos, absolutamente todos os personagens foram muito bem construídos, cada um com sua personalidade, seja ela boa ou má. Eles não agem como criancinhas indefesas e tomam decisões que eu sinceramente duvido se tomaria.

Vou logo ressaltar que romance neste livro, é algo quase que inexistente. Então se você não abre mão de um romance num livro, Maze Runner não é a leitura mais indicada.

O livro tem uma "pitada" apocaliptica, o que me fez gostar mais ainda do livro.
Mesmo para aqueles que não curtem ficção científica, eu imploro, dêem uma chance a Maze Runner, porque eu garanto que não vão se arrepender. E se você leu Jogos Vorazes e gostou, Maze runner é uma leitura obrigatória.

É altamente recomendável, como vocês devem ter percebido e eu já estou louco para ler o segundo livro deta trilogia.


7 Resposta para “Resenha Maze Runner”

João Paulo disse...
8 de fevereiro de 2011 13:23

adorei esse livro, mal posso esperar pela sequencia!

J.
-The Eater of Books


Natália Puga disse...
8 de fevereiro de 2011 13:28

aaaah não aguento mais ler resenhas de livros que eu quero muito! To ficando louca, mas to completamente sem dinheiro e é tao carinho :/
mas amei sua resenha!


Mariana Ribeiro disse...
8 de fevereiro de 2011 14:24

Olá, fiquei mega curiosa para acompanhar essa história após ler a sua resenha!! Mais um livro que merece entrar para minha lista de desejados. Espero poder adquirí-lo ainda este ano.
Bjos.

Mariana Ribeiro
Confissões Literárias.


Dieison disse...
8 de fevereiro de 2011 15:38

Eu tenho que comprar esse livro urgente!
Ele é o primeiro da minha lista de prioridades!
Não li sua resenha, porque prefiro ser omitido dos detalhes, você me entende, mas vou ler!
Esse livro, me lembra um pouco Jogos Vorazes e Gone, ambos ótimos!


Carolina disse...
8 de fevereiro de 2011 16:55

Uma amiga minha vem comentando bastante sobre esse livro, mas nunca lembro de procurar mais coisas sobre ele. Agora não preciso mais, sua resenha esclareceu tudo. Ótima resenha por sinal, me deixou bastante curiosa quanto ao livro que parece realmente genial!

xx


Henri B Neto disse...
10 de fevereiro de 2011 04:18

Estou para ler ''Maze Runner'' à séculos, só que, sempre que pego ele na mão na livraira, o número de páginas me assusta! (risos)

Acho que vou comprar ele em inglês, a capa dele é mais bonita! (sou fútil -n)

Henri B. Neto
''Na Minha Estante''


It Cultura disse...
15 de fevereiro de 2011 07:10

Não posso ficar lendo mais nenhuma resenha de Maze Runner, pq a vontade de sair correndo e comprar só aumenta. O problema é que meu $ já acabou esse mês hauhauahuahuahuaa

Bjs,
Kel - It Cultura


Postar um comentário

SEGUIR

Quem sou eu

Minha foto
Estudante de Direito. 18 anos. Amo música, filmes e adoro The Vampire Diaries. E além disso, sou simplesmente apaixonado por livros

Postagens populares

 

Leiobooks Copyright © 2010 Blogger Templates