Seja bem-vindo ao Leiobooks

Páginas

sábado, 22 de janeiro de 2011

Resenha Doce Vampiro

09:59
Título Original: Bloodthirsty
Autor: Flynn Meaney
Editora: Verus
Páginas: 248
Nota: 9
Comprar:  Buscapé

Sinopse: Tímido e desajeitado, Finbar Frame, de 16 anos, é daquele tipo que nunca consegue ficar com nenhuma menina. Alto, magro, pálido e alérgico ao sol, infelizmente as garotas do colégio não apreciam sua pele nem sua alma sensível. Mas, quando ele percebe que elas são obcecadas por vampiros, decide adotar medidas extremas – ele vai se tornar um vampiro! Ou pelo menos fingir... para ser mais popular entre a ala feminina do colégio.Com sua natureza introspectiva e a pele incrivelmente pálida, é surpreendentemente fácil para Finbar fingir ser um vampiro. Mas, quando conhece uma menina que talvez goste dele de verdade, descobre que a vida como falso vampiro é mais complicada do que ele pensava.Este hilário romance de estreia foi escrito para todos aqueles que acreditam que às vezes até os caras bonzinhos – sem dentes afiados ou pele brilhante – podem conquistar a garota dos seus sonhos. 

Definindo este livro: Um livro diferente e muito, mas muito divertido.

Nada de magia ou pessoas com super poderes. Nada de asas ou presas. 
Aqui existem pessoas normais, mas que na verdade desejam ser mais do que simples mortais.

A história gira em torno de Finbar, um garoto de dezesseis anos que está cansado de ser alvo de chacotas na escola em que estuda. Cansou de não ter amigos e de não ser lembrado por ninguém. Mas acima de tudo cansou de nunca ter tido uma namorada. E a mudança para uma nova cidade e para um nova colégio dá a ele a chance de mudar tudo isso. Mas não vai ser fácil. E é buscando essa mudança que Finbar percebe que as garotas são apaixonadas por vampiros. Todas elas estão lendo um livro chamado Sede de Sangue e é aí que ele decide se transformar num vampiro. E tudo favorece isso: sua pele branca como um papel, sua alergia ao sol e seus olhos azuis. No entanto, logo Finbar percebe que todas essas mudanças trarão consequências. Resta saber se elas são boas ou ruins.

Para todos aqueles que estão cansados de histórias de vampiros, este livro é uma boa pedida. 
Apesar de ter como temática os vampiros, essa é uma história "fake" de vampiro. É um livro com tema de vampiro, mas que na verdade não têm vampiros. Uma história que tem personagens saturados, mas que foram postos numa trama diferente de tudo o que eu já tinha visto.

Finbar, o personagem principal é hilário. Ele é o tipo de personagem meio nerd que te arranca boas risadas. E o mais engraçado é que quando o assunto é amor, ele é totalmente desastrado. Ele tenta imitar o Edward de Crepúsculo, mas sempre acaba piorando tudo. Na verdade ele tenta viver como os personagens de True Blood e de Sede de Sangue, e eu tenho sérias dúvidas de que ele realmente acreditava que era um vampiro.

A autora Flynn Meaney conseguiu construir uma narrativa super leve e engraçada que faz com que você leia o livro sem se entediar. No decorrer da narrativa ela cita livros como a série House of Night, True Blood, Crepúsculo e nem mesmo o Drácula escapa. E não somente livros, mas ela cita músicas como a do cantor Chris Brown.

Os personagens são bem carismáticos e eu particularmente gostei de todos, apesar de alguns serem meio clichês.
Um fato interessante é que este livro não possui vilão. E não desanime, porque um vilão neste livro não fez a mínima falta.

É lógico que o livro tenta passar uma mensagem no final do tipo, "Você não precisa fingir algo que você não é só para conquistar alguém". É é lógico também que a autora passa isso de uma forma bem bacana.

São 248 páginas impossíveis de se largar. Não espere grandes reviravoltas, mas tenha muita expectativa, porque o livro realmente vale a pena. E além disso você tem 3 motivos para adquirir e ler este livro:
1º é um livro barato;
2º não é uma série;
3º o livro é muito bom, ou seja, altamente recomendável.


Capas do livro: 





12 Resposta para “Resenha Doce Vampiro”

João Paulo disse...
22 de janeiro de 2011 10:19

gostei! já tinha ouvido falar e visto algumas resenhas.

mas essa capa, não consigo gostar dela!

J.
-The Eater of Books


Dieison disse...
22 de janeiro de 2011 16:21

Que livro hein!
É claro que eu não poderia deixar de colocá-lo na minha lista de próximas compras.
Mas uma coisa concordo com o João: eu jamais compraria esse livro se levasse em consideração a capa.
Mas agora, fiquei muito ansioso, parece ser divertido e estou precisando de um livro desses...
A sua resenha ficou ótima!

P.S.: Como sei que você tbm quer ler Maze Runner, ele está numa super promo no submarino, dá uma olhada lá!

Dieison C.
Aviador Read...


Luiz Silva disse...
23 de janeiro de 2011 00:37

Super Sorteio pessoal!!
O Blogueiro Leitor estará dando para um sortudo os Dvd's Crepúsculo e Lua Nova, Edições Especiais de Colecionador (box com 2 Dvd's cada)!
Corra e participe!


Abraço


Luiz Silva
blogueiroleitor.blogspot.com


Mariana Ribeiro disse...
23 de janeiro de 2011 14:57

Olá, Chris! Adorei a sua resenha, acho que vou gostar desse livro porque parece ser bem hilário!! Ainda mais que é uma paródia de livros de vampiros rsrs.
Vou colocá-los na minha lista de desejados com certeza!!
Bjos.

Mariana Ribeiro
Confissões Literárias.


Natália Puga disse...
23 de janeiro de 2011 18:01

me ganhou aqui: 2º não é uma série; AHUAIHUIAHHAU sério, não aguento mais séries, meu dinheiro nãoa guenta mais series. Mas ainda assim não estou totalmente convencida, não curto a capa e nem a sinopse :x


Layo Silva disse...
24 de janeiro de 2011 05:20

olha adorei sua resenha , nao sei pq mais eu gosto da capa desse livro ....^^

Abraço ...Layo Silva

http://blogueiroleitor.blogspot.com


Caroline Juliane Bonifácio disse...
24 de janeiro de 2011 05:34

Acho que de todas prefiro a capa brasileira mesmo! hsuhs'
Adorei a resenha, me parece que o livro é realmente divertido, mais admito que nao o compro nem pela capa e nem pelo titulo! Acontece que os elogios são ótimos.. só por isso fiquei interessada neste livro nea !
Beijos
Carol {SobreUmLivro}


Glaucea Vaccari disse...
24 de janeiro de 2011 20:36

Comprei esse livro e ainda não li ...
Eu ñão tenho nada contra capa, gosto dela.
E o fato de não ser uma série realmente é um bom motivo pra ler esse livro.
Além da história, claro.
Histórias de vampiros apaixonados por humanos e tal já estão saturadas.
Adorei a resenha. Vou pular ele na fila e ler de próximo =)
Bjo


Henri B Neto disse...
25 de janeiro de 2011 04:33

Só pela sinopse, achei o tema do livro fantástico... Afinal, não se vê muito por aí um livro de vampiros que NÃO tem vampiros nele! Rsrsrs

Ótima resenha...

E quanto a capa, gostei mais da capa brasileira. As outras duas são tão estranhas. A ''Versus'' está de parabéns!

Henri B. Neto
''Na Minha Estante''


Hellen Christine disse...
25 de janeiro de 2011 07:10

Oi Chris,
obrigada pela visita que fez ao Hellen's Stuffs, volte sempre!

Gostei da sua resenha, mas devo confessar que não gosto de de literatura fantástica, sou mais chegada aos clássicos.

Abraços

H.C.C.Reis - http://hellenstuffs.blogspot.com/


nahtureza disse...
26 de janeiro de 2011 02:05

eu li o primeiro capítulo desse livro e eu amei. Imagino que eu sentirei uma necessidade incontrolável de ler o livro
*-*


Luana Farias disse...
26 de janeiro de 2011 11:49

Achei a sinopse muito fofa, sei lá n sei pq, boa a sua resenha,

Bjs


Postar um comentário

SEGUIR

Quem sou eu

Minha foto
Estudante de Direito. 18 anos. Amo música, filmes e adoro The Vampire Diaries. E além disso, sou simplesmente apaixonado por livros

Postagens populares

 

Leiobooks Copyright © 2010 Blogger Templates